IoT: A internet das coisas

O termo IoT (internet of things) é dado a uma evolução tecnológica que consiste em conectar utensílios do dia-a-dia à rede mundial de computadores.

A cada dia vem surgindo coisas surreais utilizando o acesso a internet como: roupas, sapatos, trancas de portas e outras mais variadas.

A intenção é que o digital tecnológico se fundirá cada vez mais com o mundo físico, empresas como o Google e a Sony, disponibilizaram no mercado seus produtos, e assim tornando a IoT em uma realidade já existente.

Criado em 1999, o termo “internet das coisas” tem como criador Kevin Ashton que desenvolveu uma sequência de sensores omnipresentes que conectam a internet no mundo físico. Mesmo que os dispositivos e internet conectada sejam os componentes principais para o acesso a rede, o IoT consiste na complementação de lacunas entre sistemas digitais e mundo físico.

Todos aparelhos digitais são diferenciados por ondas de rádio ‘RFIT’, que são armazenadas em bancos de dados. Quando o dispositivo é ligado a uma rede de internet que acessa um banco de dados, esta rede consegue diferenciar cada item que esteja registrado no banco.

A segurança é a única barreira para o projeto IoT, pois crackers ( indivíduo que quebra redes de segurança de forma ilegal ou sem ética ) utilizam o IP como porta de entrada na privacidade alheia. Além de como as informações captadas pelos dispositivos serão usadas pelas empresas, sendo assim é a única desvantagem da Internet das Coisas.

Sua empresa precisa de segurança para seus artigos IoT? Então entre em contato com a Criação Sete e veja as possibilidades de sua empresa crescer ainda mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *